Home ⁄ Archive by Category "Dicas"
Dicas de como criar pets em apartamento

Casa ou Apartamento: Qual é o Melhor Para Mim?

Escolher o novo lugar pra morar é uma missão prazerosa e desafiadora também.

Da mesma forma que muitos optam por morar em uma casa por conta do conforto e privacidade, outros já gostam do apartamento pela praticidade e segurança do ambiente.

A única certeza é que cada lugar tem suas características que devem atender as demandas de quem vai morar sozinho ou com a família.

Diante disso, preparamos esse post pra você saber quais são as vantagens e desvantagens de morar em uma casa ou apartamento. Queremos te ajudar a escolher a melhor opção!

O Que Considerar na Sua Escolha

Antes de escolher o lugar onde irá morar, considere os seguintes fatores:

  • Seu orçamento financeiro custeia melhor a casa ou o apartamento? Para evitar dívidas considere investir onde você quitará com mais facilidade e sem imprevistos financeiros futuros.
  • Quais as suas necessidades? Você já tem uma família grande ou irá morar sozinho? Dependendo das suas demandas você precisa optar por um lugar que lhe ofereça um bom estilo de vida com comodidade para todos os moradores. Isso inclui se você pretende ter filhos ou tem animais de estimação.

• Liberdade de Escolha

Com toda a certeza, a liberdade é um dos fatores que pesam muito na hora de escolher entre casa ou apartamento.

Os condomínios, por exemplo, tem as regras e códigos determinados pelo local para manter a boa convivência e uso dos espaços do prédio para seus moradores.

Então, quem gosta de liberdade, vai preferir morar em uma casa por não terem vontade de seguir as regras e códigos de condomínio e estando num lugar que é seu apenas, pode fazer o que quiserem no seu ambiente, sem dar satisfações.

• Maior Privacidade

Dicas de como criar pets em apartamento

Se a liberdade é um dos pontos fortes de morar em uma casa, a privacidade é, outra característica vantajosa pra quem busca esse tipo de propriedade.

Quem tem filhos, por exemplo, não precisará dividir as áreas de lazer com vizinhos ou pessoas desconhecidas como ocorre nos condomínios.

Outro benefício é que você não sofrerá tanto com barulhos ou algazarras, como costuma acontecer em prédios e que acaba incomodando quem deseja silêncio ou que tem crianças pequenas.

Desvantagens de Morar em Casa

Riviera Special Home

Mesmo com esses benefícios, morar em casa também tem as suas desvantagens. Confira algumas delas.

• Manutenção Mais Trabalhosa

As casas, geralmente, demandam um pouco mais em termos de manutenção e isso ocorre por alguns motivos.

O principal é que os prédios de apartamentos costumam contar com profissionais para fazer a conservação dos ambientes, o que não ocorre em quem mora em uma casa que precisa custear tudo quando tem necessidade.

• Segurança Por Conta Própria

Quem mora em apartamento conta com a segurança terceirizada do prédio, já quem mora em uma casa precisa dar conta da execução da segurança da casa, seja por meio de câmeras ou alarmes.

Isso pode ser relevante na hora de escolher entre os dois ambientes.

Vantagens de Morar em Apartamento

• Praticidade no Dia a Dia

coronavírus - isolamento social

Já que você ficou por dentro das vantagens e desvantagens de morar em uma casa, agora vamos te mostras as vantagens e desvantagens de morar em apartamento.

Você vai entender porque essa é a opção favorita de muitas pessoas, especialmente nas grandes cidades e em centros urbanos.

Os apartamentos são muito procurados para compra e locação por pessoas que estejam em busca de mais praticidade para o seu dia a dia.

Por suas próprias características, esse tipo de unidade possibilita uma experiência mais dinâmica, que é ideal para jovens profissionais em começo de carreira ou famílias que não gostam de perder tempo.

Geralmente os melhores edifícios têm toda uma infraestrutura que facilita as atividades dentro do próprio condomínio, além dos próprios projetos e plantas serem mais funcionais.

Em alguns condomínios, por exemplo, é comum que a garagem conte com um garagista para manobrar os carros e também é comum a presença de um zelador para fazer pequenos reparos.

• Mais Segurança

A segurança vem sendo um fator muito solicitado pelos clientes de imobiliárias na hora de decidir se é melhor comprar ou locar uma casa ou apartamento.

Nesse quesito, a vantagem de viver em um edifício é indiscutível e vem crescendo nos últimos tempos com a adoção de recursos de tecnologia.

As portarias, por exemplo, além de contarem com profissionais para fazer o controle de entrada e saída, costumam ter câmeras de vigilância colocadas em pontos estratégicos, além de eventuais portões e alarmes.

Vale ressaltar que a própria presença de outros moradores muito próximos já tende a ajudar a dissuadir a ação de meliantes.

Desvantagens de Morar em Apartamento

Confira agora quais são algumas desvantagens para quem escolher morar em apartamento.

• Pouco Espaço Privativo

Dicas para uma boa convivência em época de coronavírus

Se você tem filhos pequenos ou uma família grande, uma desvantagem de morar em apartamento será a falta de um espaço privativo.

Provavelmente, vocês só terão exclusividade no interior do próprio apartamento, pois nas áreas comuns, terá que dividir o espaço com os vizinhos e até mesmo os seus convidados.

• Presença de Pessoas Estranhas

Dicas para uma boa convivência em época de coronavírus

A presença de pessoas estranhas nas áreas comuns é também uma desvantagem de morar em um apartamento.

Por mais que os condomínios tenham um controle na entrada e saída da portaria, os edifícios acabam tendo um fluxo de movimento muito maior de gente do que aconteceria em uma casa só sua.

Como você leu, a escolha de morar em um apartamento ou uma casa, vai depender muito das suas próprias demandas e expectativas, além do que a sua família espera com esse tipo de aquisição!

Diga pra gente nos comentários o que você achou desse conteúdo! Foi útil para você?

Leia outros conteúdos que podem lhe ajudar:

Riviera Special Home

Agora é o Momento Exato Para Investir em Imóveis

O momento atual não está fácil para muitos setores como: turismo, hotéis, restaurantes e construção. O setor de imóveis então, não ficou atrás com a crise instalada por conta da pandemia do novo Coronavírus.

Devido a esse cenário, o mercado imobiliário já imaginava um 2020 perdido. Mas o setor tem conseguido se manter e crescer mesmo em um momento de incerteza econômica.

As vendas de imóveis despencaram e surgiram algumas oportunidades de casas e apartamentos com ótimos descontos para quem quer comprar para investir e pode pagar à vista.

A realidade é que, mesmo nesse período, você pode encontrar uma boa oportunidade para investir em imóveis.

Quando o Imóvel é um Investimento?

motivos para investir em imóveis

Considere que comprar um imóvel só pode ser um investimento se você não for morar nele.

Senão, o imóvel se torna um bem de uso, gerando gastos de moradia, que não irão funcionar como uma fonte de receita, mesmo que ele venha a se valorizar com o tempo.

Quando você não compra um imóvel com o objetivo de residir, mas sim de alugar e fazer ele gerar renda, aí sim ele se torna um bem de investimento, pois o objetivo e te dar lucro, não gastos.

Alguns apartamentos, casas e outros imóveis durante a pandemia, por exemplo, estão sendo vendidos com descontos.

Aqui em Santarém, o Riviera Special Home está com um mega desconto de R$50 mil. Um momento único pra quem deseja adquirir seu apartamento, em uma boa localização, num ambiente exclusivo com muitas opções de lazer.

Então, exemplos como esse são uma grande oportunidade pra quem quer viver de renda, essa pode ser uma oportunidade, já que as construtoras precisam pagar as contas e “queimar” algumas unidades paradas ou em construção. E a solução pras construtores são as promoções, uma maneira de eles conseguirem capital.

Conheça as Vantagens de Investir em Imóveis

motivos para investir em imóveis

O que está por trás dos investimentos em imóveis, são as  vantagens, como:

  • Historicamente, é um investimento seguro e um dos tipos de investimentos mais tradicionais do brasileiro.
  • Existe a tendência de valorização do imóvel, o que pode gerar bons ganhos na hora da revenda ou na hora de fazer um contrato com um novo locador. Pois o preço do aluguel também sobe quando o imóvel se valoriza.
  • Se tiver o dinheiro para comprar à vista, você vai conseguir um excelente desconto, o que vai aumentar seu potencial de lucro na revenda ou na hora do aluguel. Já que o investimento inicial foi menor do que poderia ter sido caso usasse um financiamento.
  • Quando você aluga um imóvel, você pode viver dessa renda. Pois o aluguel é mensal e pode ser um dinheiro extra na sua conta ou um adicional ao seu salário.
  • Como o dinheiro é seu, a escolha de investir ou não em imóveis é sua também. Se você decidir investir em um imóvel, siga algumas dicas pra fazer uma boa escolha de negócio.
  • Conte com o conhecimento de um profissional experiente em imóveis, pode ser um engenheiro, um arquiteto ou mesmo um corretor de confiança. Pois, eles te dirão se aquele imóvel parece ou não um bom negócio.
  • Dê preferência às construtoras e incorporadoras de renome, com boa fama e boa conduta e que entregam sua obras, como a CEO Empreendimentos.
  • Recorra ao Reclame Aqui e outros sites de avaliação para ver o que clientes que já fecharam negócio antes estão falando.

Seguindo essas orientações você está a um passo de investir em algo que vai te dar um bom retorno e estabilidade financeira.

Leia outros conteúdos que podem lhe ajudar:

O Que Vistoriar num Imóvel

Você quer comprar aquele imóvel dos seus sonhos, e agora chegou a hora de conhecer o local onde você vai poder compartilhar momentos importantes da sua vida.

A partir dessa visita, você consegue analisar a situação real do local onde você irá morar. Mas, na hora de fazer essa visita ao imóvel é importante observar alguns pontos importantes.

Por isso, nesse post você saberá quais pontos devem ser analisados na vistoria ao imóvel. E também, como uma imobiliária pode lhe ajudar com a consultoria necessária para uma escolha adequada às suas necessidades.

Confira!

1. Pé Direito

O pé direito é a distância vertical entre o piso e o teto de um ambiente, que é muito confundido com a altura da parede.

Geralmente, a medida padrão do pé direito na construção vai de 2,70m a 3,00m (pode variar um pouco para baixo ou um pouco para cima).

O ideal é seguir essa recomendação, pois medidas muito diferentes dessas podem resultar em efeitos desagradáveis, como um ambiente abafado ou até dificuldade de limpeza e troca de lâmpadas.

Se a medida for inferior a 2,70m, pode se dizer que a casa tem o pé direito baixo. Nesse caso, o resultado é uma sensação de acolhimento e intimidade, mas ao mesmo tempo o ambiente ficará muito abafado, gerando uma sensação desagradável se o clima da região for quente.

Por outro lado, medidas maiores que 3,00m geram o que chamamos de pé direito alto. Nesse caso, há uma maior sensação de amplitude e frescor no ambiente, porém pode ficar muito mais difícil a troca de lâmpadas e efetuar a limpeza, além de os gastos com material de construção serem maiores.

2. Verifique a Pintura

TENDÊNCIAS DE 2020 PARA DECORAÇÃO DE APARTAMENTO

Na vistoria é importante verificar a qualidade da pintura do imóvel, observe bem a conservação da pintura das paredes, da guarnição das portas, em cima e embaixo das portas, você pode até usar um espelho pra verificar melhor.

Verifique também a pintura próxima as ferragens e maçanetas, ao redor dos acabamentos da elétrica e ao redor dos espelhos das tomadas.

3. Verifique o Nivelamento

TENDÊNCIAS DE DECORAÇÃO PRA 2020

É importante observar o nivelamento das paredes, do contrapiso, dos revestimentos da parede e do piso também. São detalhes que fazem a diferença, acredite!

4. Verifique a Parte Elétrica

É muito importante se atentar a parte elétrica do imóvel, para não ter dor de cabeça após a compra. Observe se o quadro está identificado com adesivos, usando lâmpadas, teste se todos os bocais funcionam assim como todos os interruptores. Veja se não tem nenhum circuito trocado com 100w e 220w.

Outro detalhe também, teste a campainha e veja se funciona, assim como o interfone.

5. Verifique a Parte Hidráulica

Para constar que está tudo ok com a parte hidráulica do imóvel, você pode abrir todas as torneiras e deixar a água correndo um tempo, faça o mesmo com os chuveiros e veja se tem vazamentos, além de constar que as descargas dos vasos sanitários estão em perfeito estado.

Feche também os registros com as torneiras abertas e veja se a altura do cano do chuveiro está ok, pois não pode ser muito perto do teto.

6. Verifique as Áreas de Lazer

Conste que está tudo em perfeito estado e em funcionamento como prometido. Para que não tenha reclamações futuras sobre a indisponibilidade dos espaços por algum motivo que você não confirmou na vistoria ao imóvel.

7. Controle de Acesso

O controle de acesso em um condomínio residencial é outro ponto fundamental. É importante que a circulação de pessoas seja monitorada a todo momento.

Isso assegura a integridade física da sua família e evita movimentações suspeitas.

O uso de tecnologias, nessas horas, é um ponto positivo. Não se esqueça de verificar a segurança externa também. Os arredores do condomínio devem ter câmeras de monitoramento e profissionais para resolver possíveis eventualidades.

Todos esses pontos somados a uma portaria que funciona 24 horas durante todos os dias da semana indicam que o local em análise é um bom imóvel.

8. Vaga de Garagem

Verifique o tamanho de cada vaga de garagem na visita de vistoria de imóvel. Lembre-se de analisar o posicionamento das vagas também.

Certos prédios têm “vagas presas”, que podem atrapalhar a movimentação de veículos. Se você precisa de liberdade, considere essa questão antes de tomar qualquer decisão.

9. Gerador

Imagine que acontece um problema com o fornecimento de energia elétrica no seu prédio. Nessas situações, imóveis que têm geradores fazem toda a diferença.

Pois além de evitar o uso de escadas em prédios altos, os geradores permitem que os sistemas funcionem sem interrupções. ​Você pode considerar esse ponto na sua vistoria e evitar problemas futuros.

O papel de uma consultoria imobiliária na vistoria do imóvel

Até agora, você viu 9 pontos que não podem ser ignorados em uma visita de vistoria de imóvel. No entanto, existem diversos outros aspectos que precisam ser analisados.

Quem poderá auxiliar melhor você nisso, é uma empresa especializada no mercado imobiliário. Ao contar com esse serviço, você terá auxilio de quem sabe quais são as melhores oportunidades e você não precisa se preocupar com detalhes.

Desse modo, é possível encontrar um imóvel que atenda às suas necessidades e ter todo o apoio necessário para usufruir de um ambiente produtivo e seguro. Isso quer dizer que você não perderá tempo visitando vários imóveis, já que a consultoria fará um estudo minucioso com as melhores opções sem se esquecer do seu orçamento.

O Acompanhamento jurídico até a assinatura do contrato é outro diferencial.

Esse benefício é importante para evitar dúvidas judiciais ou cláusulas abusivas. Por isso, faça de tudo para encontrar uma consultoria imobiliária visando um ambiente para a sua família com a melhor infraestrutura e o menor preço.

Gostou do nosso post?

Esses são alguns dos pontos importantes de uma visita de vistoria de imóvel. A partir de agora, você está preparado para ter mais clareza e certeza nas suas decisões.

É só analisar bem as opções do mercado e ver qual é a mais adequada para o seu conforto e da sua família.

Leia outros conteúdos que podem lhe ajudar:

Como se Exercitar em Casa sem Ajuda de Aparelhos

A pandemia do Coronavírus colocou todo mundo em casa. E como todos sabem, a atividade física é importante para manter um corpo saudável, pois além de ajudar a colocar o corpo em forma, proporciona também uma melhor saúde, oferece energia e melhora a autoestima.

No entanto, com o isolamento social necessário, as academias foram uma das primeiras atividades a fecharem as portas e os amantes dos treinos acharam que tinham ficado sem alternativa.

Mas, o que passamos a ver nas Redes Sociais, foi uma onda de lives de pessoas ensinando a treinar em casa e sem ajuda de aparelhos.

Pensando nisso, preparamos esse post para você saber que é possível sim, treinar em casa e melhor ainda, sem precisar de equipamentos pra isso. Quer saber como? Continue a leitura!

A mudança de rotina repentina pode ter afetado você, mas é possível escolher uma hora do seu dia para treinar em casa. Pode ser ao acordar, antes de iniciar seu home Office, ou mesmo depois do seu horário de trabalho como um meio de relaxar.

O treino em casa, sem equipamento é algo que deve obedecer ao princípio da individualidade e especificidade. Ou seja, vai variar de pessoa para pessoa, consoante as suas limitações, condição física e objetivo de treino.

Mesmo que você só tenha a possibilidade de fazer seu treino em casa e sem equipamento, esta não é desculpa para não se manter em forma ou exercitar a mente e o corpo.

Pré-Treino

Como se exercitar em casa sem ajuda de aparelhos

Mas, antes de iniciar seu treino é preciso dá atenção a essas dicas:

  1. Faça um aquecimento para que o sangue circule e evite lesões;
  2. Com até 10 minutos de exercício aeróbico já é o suficiente;
  3. Você pode pular corda e fazer polichinelos;
  4. Cuidado para não se lesionar;
  5. Como você não tem um professor para te ajudar com os movimentos corretos, você pode procurar vídeos online que expliquem cada atividade e o movimento para fazer;
  6. Se você sofre de problemas em áreas específicas do corpo, é melhor você procurar a ajuda de um profissional da saúde para fazer a indicação correta das atividades que você pode fazer;
  7. Mais importante do que utilizar maior quantidade de peso para a atividade, é fazer o movimento correto;
  8. Faça o exercício com movimentos devagar e seus músculos aproveitarão melhor o exercício.

Para praticar logo essa atividade física, preparamos 5 exercícios simples e muito possíveis de fazer em casa mesmo, sem auxilio de equipamento.

Agachamento Unilateral/Lunge

Como se exercitar em casa sem ajuda de aparelhos

Este exercício ajuda a fortalecer a musculatura das coxas, posterior de coxas, glúteos e a trabalhar o equilíbrio.

Execução:

  1. Em pé, pernas afastadas uma da outra, alinhadas com a bacia, joelhos ligeiramente fletidos, costas direitas, abdominal contraído, perna de trás apoiada sobre a ponta do pé;
  2. Fletir o joelho da frente e descer mantendo-o alinhado com o calcanhar e aproximar o joelho da perna de trás do chão;
  3. A perna da frente e a coxa de trás devem estar perpendiculares ao chão no final do movimento;
  4. Subir  e ao mesmo tempo voltar à posição inicial empurrando o chão, contraindo sempre o abdominal.

Flexão

Como se exercitar em casa sem ajuda de aparelhos

As flexões vão te ajudar a aumentar a força do tronco, especificamente do peito e tríceps.

Execução:

  1. Deitado virado para baixo, apoiar as mãos afastadas uma da outra, alinhadas com o peitoral, mais afastadas que a largura dos ombros e apoiado pela ponta dos pés (ou joelhos para quem tiver dificuldade);
  2. Todo o corpo alinhado, descer até se aproximar do chão fletindo os braços;
  3. Fazer extensão e voltar á posição inicial.

Agachamento/Squat

Como se exercitar em casa sem ajuda de aparelhos

Este é um exercício que se assemelha ao movimento de sentar e levantar.

Fortalece os músculos das coxas, posteriores de coxa e glúteos.

Execução:

  1. Em pé, pés afastados á largura dos ombros, costas direitas, abdominal contraído, descer, flectindo os joelhos sem que estes ultrapassem a linha limite do pé;
  2. Inclinar ligeiramente o tronco à frente, colocando a bacia para trás, como se fosse sentar, empurrar o chão e voltar á posição inicial.

Prancha Lateral

Como se exercitar em casa sem ajuda de aparelhos

Este exercício trabalha os músculos abdominais laterais.

Execução:

  1. Deitado no chão de lado, o cotovelo e antebraço apoiado no chão, alinhado com o  ombro;
  2. Juntar as pernas, uma em cima da outra, apenas com a parte lateral do pé apoiado no chão e ficar e antebraço, ficar nessa posição em isometria.

Ponte de Glúteos

Como se exercitar em casa sem ajuda de aparelhos

Este exercício desenvolve a musculatura dos glúteos, posterior da coxa e melhora a mobilidade articular da coluna vertebral.

Execução:

  1. Deitado virado para cima, braços estendidos ao longo do corpo, joelhos fletidos;
  2. Elevar a pelve, contraindo abdominal e glúteo, e descer em direção ao chão.

Sentar na Parede (Wall Sit)

Como se exercitar em casa sem ajuda de aparelhos

Exercício para desenvolvimento de força principalmente, visto que movimentos isométricos tendem a trabalhar menos hipertrofia.

Execução:

Ficar de costas para uma parede (a cerca de meio metro dela) e encostar a ela, de costas;

Deslizar para baixo até que os joelhos estejam dobrados em ângulos de 90 graus, mantendo os abdominais contraídos;

Manter a posição de 20 a 60 segundos (mínimo de 20 segundos e manter o máximo possível);

Lentamente voltar à posição original e repetir;

Para aumentar a intensidade, pode segurar o peso ou colocar uma bola entre os joelhos ou levantar uma das pernas.

Outra Dica:

Pode realizar estes exercícios de 1 a 3 séries cada, com intervalo de descanso de 30 a 45”, ou sem descanso para quem já tiver algum condicionamento físico e quiser aumentar a intensidade.

Sendo assim, esta é uma sugestão de sequência de exercícios, no entanto não para alguém em específico, e que necessita de uma boa execução técnica para  realização dos exercícios.

Ou seja, é apenas uma sugestão de possíveis exercícios para treino em casa sem equipamento para que possa realizar exercício físico com regularidade sem precisar sair de casa.

Uma vez que sempre que cada caso é um caso e deve solicitar ajuda de um profissional da área para o ajudar a realizar um plano de treino específico.

Gostou das nossas dicas? Não tem mais porque dizer que não treina porque as academias estão fechadas.

Leia outro conteúdo que pode lhe ajudar:

rede de proteção em apartamentos

Rede de Proteção: Qual tipo ideal para o seu apartamento

Elas são indispensáveis e são muito utilizadas em janelas, parapeitos, sacadas, mezaninos, escadas e varandas para garantir a segurança de crianças e animais de estimação em apartamentos e residências que ofereçam risco de queda de pessoas, animais e objetos.

É usada também na construção civil, para evitar acidentes de obra e em edifícios para prevenir a entrada de pássaros e morcegos.

Nesse post você irá tirar suas dúvidas sobre a rede de proteção. Você saberá quais são as normas técnicas que regem a instalação e fabricação desse mecanismo de segurança.

Além de conhecer os modelos de redes disponíveis e quais podem ser utilizados para proteção de crianças, gatos e ainda como proceder para instalar redes de proteção em condomínios e apartamentos.

Por que colocar Rede de Proteção?

De acordo com dados do Ministério da Saúde, as quedas são hoje a principal causa de internação por motivos acidentais de crianças e adolescentes de zero a 14 anos no Brasil.

Segundo o levantamento, em 2019, 51.978 crianças dessa faixa etária foram hospitalizadas. Destas, 19.600 tem de cinco a nove anos.

As redes são indispensáveis para quem tem filhos menores de 12 anos ou animais de estimação, pois o risco de esquecer uma janela aberta, ou da criança abrir a janela é grande.

É necessário, mesmo para as pessoas que não tem filhos ou animais, mas que costumam receber crianças em casas. No caso de avós, por exemplo, que recebem seus netos e muitas vezes residem em apartamentos que oferece risco de queda.

Redes de Proteção Para Crianças e Gatos

Dicas de como criar pets em apartamento

Todo cuidado com uma criança por perto é pouco. Para quem mora em apartamentos então a melhor solução é investir em redes de proteção. A mais adequada para quem tem ou recebe crianças no apartamento, é a rede de proteção de polietileno com resistência de 50kg por malha e 350kg/m com malha de 5×5 que são indicadas para crianças e animais. Pode-se usar também a rede de proteção com malha 7×7 para crianças e idosos.

A mesma rede utilizada para crianças também são indicadas para gatos, geralmente se utiliza a malha de 5×5, porém para gatos com menos de 6 meses é indicado o uso de redes com malha de 3×3.

Escolha da cor da Rede de Proteção

Para quem mora em condomínio, o ideal é consultar primeiro o síndico ou administradora se há uma padronização para as redes de proteção. Pois, alguns edifícios determinam que as redes sejam de uma determinada cor e modelo.

Mas, se no seu prédio não tem nenhum tipo de padrão, você pode observar quais cores estão sendo usadas pelos outros moradores. Se for a primeira a pessoa a instalar, confira as nossas dicas:

Existem 9 cores usuais de redes de proteção: branca, preta, prata, cristal, marrom, azul, verde, amarela e areia.

Na hora de escolher a cor da rede observe qual a cor da esquadria das janelas, qual a cor da cortina e de outras superfícies que ficarão em contraposição a rede, escolha a cor que seja menos contrastante.

A mesma coisa vale para a estrutura, no caso de haver a necessidade de perfis para a sustentação das redes, estes podem ser da cor da parede de fundo para dar um acabamento harmonioso.

Norma Técnica para a Instalação de Redes de Proteção

Tanto para os materiais usados quanto a instalação deve ser feita de acordo com a NBR 16046/2012, que se divide em:

NBR 16046-1 (Parte 1 – Fabricação da Rede de Proteção);

NBR 16046-2 (Parte 2 – Corda para a Instalação da Rede de Proteção);

NBR 16046-3 (Parte 3 – Instalação).

E tratam exclusivamente de redes de proteção para janelas, sacadas, escadas, mezaninos, parapeitos, floreiras e outros lugares que necessitem de segurança.

A instalação de redes de proteção deve ser feita por uma empresa especializada. Pois, o mais importante na hora da instalação é tensionar corretamente as tramas para garantir de fato a proteção contra a queda.

Então, não basta comprar o produto sem saber como fazer o tensionamento das tramas e os testes de qualidade.

Cada ambiente vai demandar uma solução específica na hora da instalação, observando principalmente os pontos de fixação dos ganchos e buchas, seja: alvenaria, madeira, estrutura metálica, etc. A distância entre cada gancho não pode passar de 35 cm.

Se você tiver alguma outra dúvida sobre assunto, fale com a gente nos comentários que podemos ajudar você. Até o próximo post!

Leia outros conteúdos que podem lhe ajudar:

O que é Garage Band: Por que ter uma ?

Há muito tempo, as áreas de lazer nos edifícios residenciais se resumiam ao salão de festas e ao playground. Mas hoje em dia, os projetos oferecem desde bangalôs para a prática de meditação e massagem, até sala de cinema e espaço gourmet.

Agora chegou a vez dos amantes da música. O Garage Band é um espaço a prova de som, climatizado, que permite a realização de ensaios musicais com conforto e privacidade.

O nome do espaço de lazer dos condomínios tem origem com o rock de garagem dos EUA e Canadá, entre 1963 e 1967, com as bandas de adolescentes que desejavam seguir seus ídolos, mas não podiam pagar horas de ensaios em estúdios profissionais com valores altos de aluguel.

Assim, a alternativa era ensaiar na garagem da casa de algum membro da banda. Além da potência das bandas norte-americanas, as britânicas também influenciarem a modelagem do rock de garagem e incentivaram a formação de novos grupos.

O objetivo da garage band é proporcionar aos jovens aspirantes a músicos, um espaço para ensaiar e tocar para os amigos. Isso claro, sem incomodar os vizinhos com a força da bateria ou o fluxo das guitarras.

O espaço simula as casas de show, conta com palcos, equipamentos de som, amplificadores, mesa de som, uma área em formato de lounge, com sofás e pufes onde o público pode assistir às performances.

O espaço não é só destinado apenas aos jovens, mas também ao público mais velho. Afinal, não há idade para amar a música.

O ideal para uma garage band é: uma sala com 60 m2, com isolamento acústico e climatização. O espaço deve ter bateria, contrabaixo, guitarra e teclado como instrumentos básicos, além de amplificadores e mesa de som. A garage band evita os conflitos com os vizinhos, além de proporcionar mais um recurso para a integração dos jovens e adolescentes. 

Essa opção de lazer para quem ama música, pode ser encontrada no Riviera Special  Home, da Ceo Empreendimento,  que está sendo construído para receber uma estrutura de lazer nunca vista em Santarém. É o 1º Home Club da cidade com uma estrutura que vai surpreender você e sua família.

Dentre as inúmeras opções de lazer, você pode ter uma Garage Band disponível para juntar a sua turma e tocar um som, sem incomodar os vizinhos.

Leia outro conteúdos que pode lhe ajudar:

Documentos Necessários

Documentos Necessários Para o Financiamento de Imóveis

Não há como negar, o financiamento imobiliário já virou um dos melhores e principais aliados de quem quer conquistar o sonho da casa própria. No entanto, existe um caminho a ser percorrido.

Seja diretamente com a construtora ou através de uma instituição financeira, antes de assinar o contrato e adquirir a sua carta de crédito, é necessário juntar uma série de documentos para financiamento.

Você analisou, acredita que o orçamento vai dar para financiar um imóvel, mas ainda tem dúvidas sobre os documentos necessários para financiar aquele imóvel dos sonhos?

Esse ebook é para te ajudar a conhecer quais documentos são necessários para o financiamento de um imóvel.

Documentos Exigidos Para o Financiamento

Documentos Necessários

Uma das fases mais minuciosas e complexas do financiamento imobiliário é a entrega de documentos. Afinal, é uma grande quantidade de papéis que precisa estar dentro dos padrões do banco cedente.

Caso contrário, o processo é interrompido e pode até ser cancelado. Para evitar isso, veja quais são os documentos exigidos pelas instituições financiadoras.

Documentos dos Compradores

Pessoa Física

  • CPF;
  • RG;
  • Certidão de nascimento ou de casamento;
  • Comprovante de renda atualizado;
  • Certidão conjunta de débitos de tributos federais.

Aqueles que desejam utilizar o FGTS para conseguir o financiamento devem apresentar:

  • Extrato datado, carimbado, atualizado e original do FGTS, expedido por uma agência da Caixa Econômica Federal;
  • Cópia de um comprovante de residência dos últimos três meses;
  • Cópia da Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS);
  • Cópia da última declaração do Imposto de Renda (IR);
  • No caso de uma pessoa casada, é necessária a última declaração do IR do cônjuge.

Pessoa Jurídica

  • Contrato Social ou Estatuto Social atualizado com as recentes alterações contratuais e estatuárias;
  • Certidão Negativa de Débitos com o INSS;
  • Certidão de Quitação de Tributos Federais (CQTF);
  • Certificado de Regularidade do FGTS (CRF).

Documentos dos Vendedores

É importante estar atento também aos documentos que precisam ser apresentados pelo vendedor do imóvel.

Pessoa Física

  • CPF;
  • RG;
  • Certidão de nascimento ou de casamento;
  • Declaração de profissão;
  • Certidão Conjunta de Débitos referentes aos tributos federais.

Pessoa Jurídica

  • Cópia da Certidão Negativa de Débito (CND);
  • Carta com assinatura reconhecida em cartório dos representantes da empresa;
  • Cópia do Contrato Social ou Estatuto Social consolidado e registrado na junta comercial;
  • Cópia da Certidão Negativa de Débitos de Tributos e Contribuições Federais (CCN);
  • Ata de eleição da diretoria registrada na junta comercial, no caso de empresas que possuem apenas o Estatuto Social.

Além desses documentos das partes envolvidas na negociação, é preciso apresentar alguns comprovantes relativos ao imóvel que será comprado.

Imóvel Usado

  • Certidões negativas de débitos relativos ao Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU);
  • Certidão vintenária (20 anos) com negativa de ônus atualizada;
  • No caso de residência em condomínio, certidão negativa de débito condominial;
  • Título de propriedade registrado;
  • Certidão negativa de ônus reais;
  • Cópia do boleto com o pagamento da Taxa de Cadastro e Avaliação (TCA);
  • Opção de compra e venda corretamente preenchida de forma legível, datada e assinada pelas partes do contrato;
  • Caso o imóvel seja financiado por outro agente bancário, deve-se apresentar a declaração de saldo devedor para a nova instituição financiadora.

Imóvel Novo

  • Registro de título de propriedade;
  • Certidão negativa de ônus reais;
  • Certidão negativa de IPTU;
  • Registro de ações reipersecutórias e alienações;
  • Registro de pagamento do TCA;
  • Averbação da construção no Cartório de Registro de Imóveis;
  • Alvará de utilização ou “Habite-se”;
  • Planta baixa;
  • Certidão enfitêutica;
  • Opção de compra e venda preenchida;
  • Anotação de Responsabilidade Técnica (ART) do engenheiro responsável pela obra.

É, são muitos documentos envolvidos na concessão de financiamento imobiliário. No entanto, cumpri-las do modo correto levará você à realização de um grande sonho: a compra de sua casa própria.

Leia outros conteúdos que podem lhe ajudar:

Netflix: 10 Sugestões de filmes para assistir na quarentena

Netflix: 10 Sugestões de Filmes Para Assistir na Quarentena

Vamos preparar a pipoca, sentar em frente a Netflix e assistir um filme?

Tenho certeza que antes da quarentena, você dizia que não tinha tempo nem pra assistir filmes. Mas, olha só, o mundo deu voltas e o Coronavírus nos obrigou a ficar isolados em casa.

Agora precisamos arrumar o que fazer com tanto tempo que temos, e uma das saídas é a Netflix. Preparamos uma lista com 10 sugestões de filmes para você juntar as pessoas aí da sua casa, ou assistir só você mesmo e se distrair um pouco.

Beleza Oculta

Netflix: 10 Sugestões de filmes para assistir na quarentena

Prepare o lencinho, porque esse filme toca lá no fundo do coração. Estrelado por Will Smith, o filme conta a história de um publicitário muito bem-sucedido, Howard (Will Smith), cuja vida pessoal e profissional desaba depois da morte trágica da única filha, de seis anos.

Ele entra em depressão e passa a escrever cartas para a Morte, o Tempo e o Amor, algo que preocupa seus amigos. Mas o que parece impossível, se torna realidade quando essas três partes do universo decidem responder.

Morte (Helen Mirren), Tempo (Jacob Latimore) e Amor (Keira Knightley) vão tentar ensinar o valor da vida para o protagonista. É uma história emocionante que com certeza vai emocionar você.

Dois Papas

Netflix: 10 Sugestões de filmes para assistir na quarentena

O filme mostra o catolicismo sob um olhar mais intimista com os bastidores do Vaticano. Enquanto parte da Igreja busca reformas e atualizações para o mundo atual, há aqueles que ainda vêem a religião de forma mais ortodoxa.

O papa Bento XVI (Anthony Hopkins) e o cardeal Jorge Bergoglio (Jonathan Pryce) são essas duas forças opostas. Ambos atuaram tão brilhantemente neste longa que foram indicados ao Oscar como melhor ator e melhor ator coadjuvante.

Por Lugares Incríveis

Netflix: 10 Sugestões de filmes para assistir na quarentena

Esse filme é super interessante por tratar de temas pouco abordados na adolescência, como depressão e pensamentos suicidas. É emocionante e debate temas atuais, importantes não só para adolescentes. Ao mesmo tempo, é divertido, com a troca de protagonistas que acontece com frequência.

Violet Markey (Elle Fanning) e Theodore Finch (Justice Smith) têm suas vidas transformadas para sempre quando se conhecem. Juntos, eles se apoiam para curar os estigmas emocionais e físicos que adquiriram no passado.

Como Eu Era Antes de Você

Netflix: 10 Sugestões de filmes para assistir na quarentena

Esse com toda a certeza, é aquele tipo de filme que envolve, arranca um sorriso e faz pensar muito na vida. Um romance leve, mas ao mesmo tempo dramático. Louisa Clark e Will formam uma dupla e tanto!

Em Como Eu Era Antes de Você, o rico e bem sucedido Will (Sam Claflin) leva uma vida repleta de conquistas, viagens e esportes radicais até ser atingido por uma moto. O acidente o torna tetraplégico, obrigando-o a permanecer em uma cadeira de rodas.

A situação o torna depressivo e extremamente cínico, para a preocupação de seus pais (Janet McTeer e Charles Dance). É neste contexto que Louisa Clark (Emilia Clarke) é contratada para cuidar de Will. De origem modesta, com dificuldades financeiras e sem grandes aspirações na vida, ela faz o possível para melhorar o estado de espírito de Will e, aos poucos, acaba se envolvendo com ele.

Amor Em Obras

Netflix: 10 Sugestões de filmes para assistir na quarentena

Quem já se iludiu pensando que um relacionamento iria para frente, mas estava prestes a rolar ladeira abaixo, entende bem o que leva a personagem Gabriela (Christina Milian) a se inscrever em uma promoção para concorrer a uma pousada na Nova Zelândia.

No começo, Gabriela é aquela típica amiga que a gente não aguenta mais ouvir falar que “está tudo bem!” quando a vida está o próprio caos. Só que quando tudo começa dar errado mesmo, ela passa a ter atitudes que são uma mistura perfeita entre desespero e humor.

Resgate

Netflix: 10 Sugestões de filmes para assistir na quarentena

Para quem é fã de ação, essa é uma boa pedida. O longa-metragem traz Chris Hemsworth, o intérprete de Thor na Marvel, como Tyler Rake. Um mercenário que é contratado para salvar o filho de um gangster indiano das garras de um traficante de drogas de Bangladesh.

Muito dinheiro é prometido em troca, mas, no meio do trabalho, Rake percebe que algo está errado em todo o plano. Logo, o menino se torna mais do que apenas um pacote que ele é encarregado de entregar. Como resultado, as apostas também aumentam.

Um Contratempo

Netflix: 10 Sugestões de filmes para assistir na quarentena

No filme, Tudo está indo muito bem para Adrian Doria (Mario Casas). Seu negócio é um sucesso e lhe trouxe riqueza, sua bela esposa teve a criança perfeita, e sua amante está bem com o caso dos dois escondido.

Tudo está ótimo até que Doria desperta num quarto de hotel, depois de ser atingido na cabeça, e encontra sua amante morta no banheiro, coberta com um monte de notas em euros. Pior, o quarto é trancado por dentro e não tem nenhuma maneira de entrar ou sair.

Com tudo o que construiu desmoronando aos seus pés, Doria recorre a melhor advogada de defesa da Espanha, Virginia Goodman (Ana Wagener), e eles tentam descobrir o que realmente aconteceu na noite anterior.

Mistério no Mediterrâneo

Netflix: 10 Sugestões de filmes para assistir na quarentena

Agora vamos de uma boa comédia romântica. Esse é aquele tipo de filme leve, para descontrair e rir bastante!

Nick Spitz (Adam Sandler) é um policial que há tempos tenta se tornar detetive, mas nunca consegue passar na prova para o cargo. Envergonhado, ele diz para sua esposa (Jennifer Aniston) que trabalha na função, pedindo ao melhor amigo que o ajude nesta mentira.

Um dia, ao chegar em casa, Nick é cobrado por Audrey sobre a sonhada viagem à Europa, prometida quando eles se casaram, 15 anos atrás. Pressionado, ele diz que já havia arrumado tudo e, assim, os dois partem em viagem.

Ainda no avião, Audrey conhece o milionário Charles Cavendish (Luke Evans), que os convida para um tour a Mônaco a bordo do navio de seu tio (Terence Stamp). O casal aceita a oferta, sem imaginar que estaria envolvido com a investigação em torno de um assassinato em pleno alto-mar.

Bird Box

Netflix: 10 Sugestões de filmes para assistir na quarentena

Sabe aquele filme que te faz vontade de pausar para respirar um ar de tamanha a emoção? Então, Bird Box é um deles. Lançado no final de 2018 na plataforma, foi assistido por mais de 45 milhões de pessoas nos primeiros 7 dias. E sabe o por quê? É um suspense surreal.

A história fala sobre um mal desconhecido que causa um colapso na sociedade, uma espécie de doença que faz a população ficar louca e ocasiona várias mortes e desaparecimentos.

Nesse meio está Malorie, personagem de Sandra Bullock , que faz o impossível para proteger a si e principalmente de proteger os seus filhos da doença, que é contraída ao se olhar para um outro infectado. Por isso as vendas…

Nessa corrida contra o mal e contra todos, eles se enfiam em casas e locais desconhecidos, uma floresta e fazem até mesmo um rafting em busca de salvação.

Golpe Duplo

Netflix: 10 Sugestões de filmes para assistir na quarentena

Nicky (Will Smith) é um golpista profissional que leva Jess (Margot Robbie), uma novata na arte da trapaça, como sua pupila. Enquanto Nicky ensina à Jess seus truques, eles desenvolvem um romance.

Nicky, prevendo que não poderia mais namorar Jess, termina a parceria. Três anos depois, ele está em Buenos Aires, onde trabalhará para o empresário espanhol Rafael (Rodrigo Santoro). Ele foi contratado para enganar os concorrentes, mas o golpista terá dificuldades em manter a concentração porque Jess está por perto. Ela largou a vida de crimes e namora Rafael.

Golpe Duplo aposta em reviravoltas de roteiro e em planos mirabolantes, com uma história de amor para garantir a simpatia pelo protagonista.

Esperamos que você goste das nossas sugestões de filmes. Assista e conte pra gente depois o que achou. Nessa quarentena é importante se entreter, se for pra ficar em casa, que seja tirando um tempo para assistir um bom filme também.

Leia outros conteúdos que podem lhe ajudar:

Dicas de como criar pets em apartamento

5 Dicas de Como Criar Pets em Apartamento

Por mais desafiador que pareça, criar um pet em apartamento é possível. Porém, é necessário ter alguns cuidados simples para manter uma convivência tranquila e harmoniosa. É comum quando se quer ter um animal de estimação em um apartamento, pensar logo em que local o animal irá fazer suas necessidades, onde ele vai dormir e como manter um ambiente confortável também.

De acordo com números levantados pelo IBGE e atualizados pela inteligência comercial do Instituto Pet Brasil, em 2018 foram contabilizados no país 54,2 milhões de cães; 39,8 milhões de aves; 23,9 milhões de gatos; 19,1 milhões de peixes e 2,3 milhões de répteis e pequenos mamíferos.

A estimativa total chega a 139,3 milhões de animais de estimação. Esses novos números confirmam a tendência de que cada vez mais pessoas e famílias buscam um animal de estimação para companhia, dar e receber afeto e atenção.

Sabendo disso, queremos lhe ajudar com dicas de como você pode criar um pet no seu apartamento.

Conheça as Regras do Condomínio Sobre Pets

Dicas de como criar pets em apartamento

É preciso conhecer quais normas o condomínio adota sobre a permissão de animais. Lembre-se de que morar em condomínio é compartilhar responsabilidades também com todos os outros moradores.

Então, para criar cachorro em apartamento é preciso saber: quantidade permitida, circulação em elevadores e áreas comuns do condomínio, para evitar problemas de convivência com os demais condôminos.

Segurança do Apartamento

Dicas de como criar pets em apartamento

Os itens como grades e telas são indispensáveis no apartamento com pet. Além disso, é importante também se atentar para alguns detalhes, como ter cuidado com objetos perfurocortantes pela casa, manter guardados produtos de limpeza e químicos em geral.

Para quem tem gatos como pet, ter o cuidado com as janelas, sacadas e varandas é mais importante ainda. Pois o animal pode tentar escalar e dependendo da altura é um perigo.

Crie um Ambiente Lúdico Para o Pet

Dicas de como criar pets em apartamento

Os pets precisam de atenção, para isso as brincadeiras podem ser uma alternativa. O ambiente do apartamento pode ser adaptado para que eles se sintam mais felizes, então tenha vários brinquedos que o estimulem a se movimentar, que agucem a curiosidade e o mantenha ocupado, como bolinhas e mordedores resistentes para que ele se divirta e também gaste energia.

Mas lembre-se: antes de deixar o cão sozinho com um brinquedo novo, deixe-o testar em sua presença, para ter certeza de que não engolirá pedaços grandes ou se machucará. Evite os brinquedos que façam muito barulho ao cair, para não incomodar os vizinhos do apartamento de baixo.

Mantenha a Higiene do seu Pet

Dicas de como criar pets em apartamento

No apartamento se tem a preocupação com o local onde o pet pode fazer suas necessidades, que pode ser na sacada ou em um lugar arejado. O cuidado se estende aos recipientes em que ele se alimenta e onde pode banhar.

Os animais criados em apartamento tendem a se manter mais limpos do que os que ficam em lugares abertos. Mas é preciso lembrar que eles saem para passear e que os cães por exemplo, têm um cheirinho característico mais forte que pode tomar conta do ambiente. Portanto, o banho é necessário a cada 15 dias, ou uma vez por semana, dependendo da raça do cachorro. Um veterinário pode indicar a melhor periodicidade.

Para controlar a queda de pelos, escove o animalzinho diariamente. É importante também, fazer a higienização do animal após os passeios. Uma dica é: usar lenços umedecidos na patinha do pet para que ao retornar para o apartamento ele não suje o ambiente.

Eduque seu Pet

Dicas de como criar pets em apartamento

Eduque, desde cedo, seu pet sobre o que ele pode fazer, onde pode entrar ou subir e o que ele pode (e não pode) comer. Além de facilitar seu dia a dia, ainda evitará que ocorram acidentes nos momentos em que ele estiver sozinho.

A técnica da recompensa é a que melhor funciona na hora de ensinar algo a seu animal de estimação, como o lugar correto de fazer as necessidades, por exemplo. Mostre como (ou onde) deve ser feito e, quando ele agir corretamente, dê os parabéns, faça festa e dê um petisco.

O mais importante é sempre ter paciência. Brigar e gritar só deixará o animal com medo de você.

Viu como é possível cuidar de um pet no apartamento? Basta tomar alguns cuidados. Assim, você e seu bichinho serão felizes e poderão aproveitar todo o aconchego do lar.

Leia outros conteúdos que podem lhe ajudar:

motivos para investir em imóveis

5 Motivos Para Investir em Imóveis

Ter um imóvel próprio está entre os principais objetivos financeiros de muitas pessoas. Se você é uma delas, provavelmente busca nesse negócio a segurança de colocar o seu dinheiro em algo sólido e com riscos bastante baixos, além de proteger seu patrimônio contra os efeitos da inflação.

Os imóveis são uma das melhoras formas de investimento. Agora dê uma pausa para refletir: você conhece alguém que não tem ao menos parte do seu patrimônio investido em imóveis? Pois é. Fazer investimento em imóveis é uma forma de construir um patrimônio seguro e lucrativo, combinando estabilidade com excelentes retornos.

No período que estamos vivendo, quem estiver preparado para comprar e vender os imóveis corretos, no momento certo e da forma certa, ganhará muito dinheiro. Por isso, você não pode perder tempo. Precisa começar a se preparar agora mesmo, antes que seja tarde demais. Pois, o verdadeiro investidor compra quando ninguém quer comprar imóveis e vende quando todos fazem fila para pagar caro por eles.

Nesse ebook você vai encontrar motivos que te farão pensar e decidir investir em imóveis. Confira!

1. Comprar um imóvel na planta sai até 30% mais barato

A todo instante, novos empreendimentos imobiliários são erguidos e você tem a possibilidade de adquirir um imóvel ainda na planta. Isso é possível quando as obras das construtoras estão nas fases iniciais e as unidades podem ser compradas por valores mais acessíveis do que quando estiverem concluídas.

Nos últimos 4 anos, muita gente comprou imóveis na planta pagando até 30% a menos do valor do imóvel se estivesse pronto, para revendê-los 1 ou 2 anos depois do início das obras com enormes ganhos.

Com isso, vários investidores adquirem esse tipo de propriedade para revendê-las quando estiverem prontas para serem ocupadas. Também é possível negociar o imóvel na planta antes mesmo desse prazo, já que a propriedade se valoriza conforme o andamento das obras representando uma oportunidade de ganhos futuros.

Mas é importante fazer algumas observações, como: certificar a confiabilidade da construtora, avaliar as características desse futuro imóvel, como sua finalidade e localização. Assim, você terá uma ideia de qual será o potencial de retorno sobre o valor investido na compra antecipada.

Para saber mais leia o nosso ebook sobre as vantagens de comprar um apartamento na planta (clique aqui)

https://ceoempreendimentos.com.br/conheca-5-vantagens-de-comprar-um-apartamento-na-planta/

2. É um investimento seguro

Imóvel é um tipo de investimento que está imune à quebra de bancos e não pode ser congelado pelo governo, como a poupança. É sem dúvida uma forma de investimento mais estável, especialmente em um país que já viveu tantas eras de instabilidade, como a nossa.

Além disso, ao investir em imóveis, você estará protegendo de forma direta o poder de compra de seu dinheiro, pois as transações relacionadas ao mercado imobiliário, como: valor das parcelas de um financiamento, valor de aluguel e demais pagamentos são atualizadas pelo Índice Nacional de Construção Civil (INCC), que é um tipo de índice de inflação de preços do setor da construção civil.

E mesmo em momentos de crise, investir no mercado imobiliário é uma excelente opção, pois é diferente de uma aplicação financeira, em que o recurso está sujeito à desvalorização de mercado. Muitos investidores tiram proveito de uma economia instável para uma aplicação futura, compram em momentos de baixa e vendem em momentos de alta.

3. A procura de um lugar para morar e a localização, podem valorizar ainda mais o imóvel

Segundo números do IBGE, existe um déficit habitacional no Brasil de 5,5 milhões de residências. (CBIC Dados, Fundação João Pinheiro; Déficit Habitacional no Brasil, 2015).

Esse fato, somado ao aumento populacional, gera um aumento consistente na demanda por imóveis. O efeito desse aumento da procura é uma valorização dos imóveis existentes, pois, as empresas do setor não têm capacidade de produção para atender toda a demanda. Além disso, fatores como localização potencializam ainda mais essa valorização.

Então, é muito importante conhecer a área onde está investindo. Observe a região em que ele está localizado e dê preferência para bairros que tenham um bom potencial de valorização, de forma que o valor do seu imóvel se beneficie disso também.

Considere por exemplo, quais são os planos do poder público para a região, como a abertura de hospitais ou projetos da iniciativa privados, como planos de construção de shopping centers e abertura de escolas. Tudo isso também pode influenciar em uma venda futura.

motivos para investir em imóveis

4. Você pode ter uma renda extra através do aluguel do imóvel

Investir em um imóvel, com a visão de alugar depois é uma boa estratégia para obter lucro em cima do investimento feito. Pois, muitas pessoas ainda não têm condições financeiras de comprar um imóvel ou não estão no momento de vida adequada para isso.

E deixa eu lhe falar, essa demanda por aluguel de imóveis sempre vai existir. Então, já pensou em ter uma renda fixa mensal só com aluguel de um imóvel?

motivos para investir em imóveis

5. Pode se tornar um patrimônio próprio e para toda a família

Você já ouviu falar que dinheiro gera dinheiro? Com o investimento em imóveis, isso é possível. Pois, com os rendimentos obtidos você pode adquirir outros imóveis, e com o passar do tempo, terá a possibilidade de criar um ciclo de rendimentos constantes, aumentando seu patrimônio a partir da renda gerada pelo mesmo. Gerando assim um patrimônio próprio garantido.

Os imóveis têm enorme durabilidade. Então, ele pode funcionar também como uma espécie de seguro para proteger a sua família. É uma boa herança para os seus descendentes, ajudando-os na formação do seu próprio patrimônio futuramente. Já pensou nisso?

motivos para investir em imóveis

Neste ebook, você conferiu os motivos para fazer investimento em imóveis e por que isso pode ser uma boa opção para você.